Posts recentes

5 hábitos que roubam seu dinheiro e fazem você parecer um idiota!


 

Ficar rico pode ser o sonho de muita gente, mas infelizmente as estatísticas mostram que essa possibilidade não apetece a grande maioria das pessoas. Estudos mostram que acumular riqueza está muito mais associado ao life style de uma pessoa do que com sua posição social e familiar ou nível de instrução, então ter "nascido em berço de ouro" ou possuir uma faculdade não culminam necessariamente em ser rico, mas sim como você gasta o seu dinheiro.


Claro que para ficar rico não basta apenas juntar dinheiro, é preciso saber gastar seu dinheiro e arrumar formar de ganhar mais, mas como o maior impacto na sua busca para seu rico dinheirinho é o "gastar mal", nós vamos citar cinco coisas que não se deve fazer com seu dinheiro!


1- Carros e moradia não são investimentos: Muitos brasileiros ainda sonham em ter seu carro e sua casa própria e muitos julgam isto, inacreditavelmente, como um investimento. Carros são bens de consumo, nada eles vão fazer para aumentar seus rendimentos, mas com certeza vão fazer suas despesas aumentar com prestações de financiamento a juros altos, seguro, manutenção, combustível, impostos, etc, então exclua automóveis para uso pessoal da sua lista de investimentos. Moradia própria é outra grande ilusão que ecoa a anos no Brasil, um imóvel sendo financiado, além das despesas como iptu e depreciação em alguns casos, a taxa de juros que parece baixa, no longo prazo se torna a grande vilã. Para se ter uma idéia, a compra de um imóvel no valor de R$ 180.000,00 financiado em 25 anos, gera em média uma parcela no valor de R$ 1.500,00, se juntar este dinheiro por dez anos você terá a quantia exata de R$ 180.000,00 para comprar o imóvel à vista.


2- Eu trabalho muito, então eu mereço: Esta frase, com certeza você já deve ter ouvido, ou pior, praticado! Acreditamos, muitas vezes que realizar um desejo momentâneo comprando algo que não seria essencial, ou que não temos condição para tanto, é algo bom porque podemos satisfazer um deseja incontrolável de ter o se quer. Mesmo sabendo que é prejudicial, buscamos apoio nesta frase, quase como um autoflagelo que nos convence e nos conforta, tudo em nome de satisfazer nosso desejo imediato, o problema é que esta ação, geralmente vem acompanhada de aquisição de dívidas, estouro do cartão de credito ou gasto das economias.


3- Gastar mais do que se ganha: A falta de um planejamento de gastos resulta, na maioria das vezes, em aperto financeiro. A grande maioria das pessoas não faz um controle de seus gastos, pois as vezes não se ganha o suficiente para levar a vida que se deseja, isto gera estouro da fatura de cartão de crédito ou saldo em cheque especial ou empréstimo de alguma natureza. Em todas estas opções, inevitavelmente estarão acometidas de juros altos e pagar juros nunca é um bom negócio, ainda mais sendo tão elevados como nestas ocasiões. Então planeje seus gastos, para que em algum momento possa começar a juntar dinheiro!


4- Investir no que não se conhece: Sem dúvida investir é algo que deve ser prioridade na vida de quem quer ficar rico, o problema é que a grande maioria das pessoas que começa algo não sabe onde está enfiando seu dinheiro. Veja, não estamos aqui dizendo que você não deve se arriscar e não investir, se você não investir, nunca vai aprender onde realmente pode estar sua "galinha dos ovos de ouro", mas antes de investir procure se informar bem, muito bem sobre a sua intenção de investimento para evitar cair em golpes, ou achar que poupança é um bom investimento, ou ainda algum "guru financeiro" falar para você fazer day trade na bolsa de valores.


5- Endividamento a longo prazo: Pratica muito comum entre os brasileiros para conseguir comprar algo que se deseja, é a maior responsável pelo comprometimento da renda de uma pessoa. Ela geralmente vem acompanhada a juros, e mesmo que baixos, pagar juros nunca é bom e mesmo que seja um parcelamento sem juros, deve-se ficar atento para que não comprometa demais a renda e por muito tempo, pois qualquer imprevisto como uma demissão, por exemplo, o acumulo de um saldo de dívida para pagar é inevitável. É sempre melhor juntar o valor, se possível, antes de comprar o que se deseja.


Para encerrar ainda deixamos mais esta dica, pagar juros é sempre ruim e receber juros é sempre bom! Invista em coisas que retornem algum rendimento para você, mesmo que seja conservador, este rendimento estando acima da inflação já é algo interessante para quem não quer se arriscar.

74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
VEJA TAMBÉM