Posts recentes

Custos fixos e custos variáveis: como identificá-los?

Atualizado: 1 de set. de 2021



Uma das grandes dificuldades em precificar um produto ou serviço é saber identificar corretamente os custos. Muitos dizem sem entender de gestão que, à primeira vista, identificar se um custo é fixo ou variável é uma tarefa simples. Entretanto, um olhar mais cuidadoso nos mostra que não é bem assim. Vamos detalhar melhor a questão!

De forma geral, o custo fixo é todo custo que não varia em função do aumento da produção ou das vendas. Ele é independente do quanto a empresa vende ou produz. Um exemplo muito utilizado é o aluguel. A produção ou a venda de uma empresa pode ser maior ou menor, mas o preço do aluguel não varia em função disso. Pode variar em função do contrato ou de fatores externos, mas não em função do aumento da venda ou da produção.

o custo variável muda em função do aumento da venda ou produção de uma empresa. Caso haja um nível maior de investimento por parte da empresa para manter o aumento das vendas ou da produção em determinado setor, ele deve ser entendido como custo variável. Um exemplo muito comum é o aumento do gasto com matéria-prima na produção ou comissões a funcionários por aumento nas vendas.

Até aqui o entendimento é razoavelmente simples. O problema é quando entra na classificação se o custo é direto ou indireto. Teoricamente, quanto mais fácil de classificar um item de custo, mais direto ele é. De outra forma, quanto mais complicado de atribuir um item de custo, mais indireto ele é. Vejamos um modelo de infográfico que esclarece bem as informações:



Fonte: Infográfico extraído do site: www.nomus.com.br/blog-industrial/ Acesso em: 21/11/2020

Como vimos no infográfico, é necessário estarmos atentos aos detalhes de se um item de custo é direto ou indireto em maior ou menor grau. Criar uma planilha com classificações organizadas por cores em colunas é uma boa forma de enxergá-los melhor. Se a dúvida ainda persistir, tente atribuir aos itens de custo valores numa escala (0 a 10 por exemplo) para cada item segundo cada classificação: Fixo Direto/Indireto x Variável Direto/Indireto.

Com o passar do tempo, o estudo e a prática tornarão o processo de classificação mais tranquilo. Lembre-se de que esse processo de classificação vai impactar diretamente em seu modelo de precificação de produtos ou serviços. Até mais!

Fernando Montini é cientista de dados, programador, pedagogo, químico industrial e mestre em Biologia.

Escreve para o blog sobre tecnologia na área de Ciência de Dados, Business Intelligence e Mercado Financeiro.

130 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
VEJA TAMBÉM